Metal Hammer UK faz resenha de “The Bitter Truth”

Faltando 21 dias para o lançamento de The Bitter Truth e com o lançamento do single “Better Without You” amanhã, a Metal Hammer UK fez uma resenha do álbum em sua edição de março.

De acordo com a resenha, o álbum irá agradar e surpreender os fãs: obscuramente emocional, empoderado e político. A primeira faixa, “Artifact/The Turn”, prepara o que está por vir, com o soprano de Amy Lee em meio de eletrônicos. Ela é seguida por duas faixas que são marca registrada dos trabalhos anteriores; “Broken Pieces Shine” com sua pegada rock gótico e melodia tão brilhante quanto seu título, e “The Game is Over”.

Nos anos 2000, milhões de adolescentes descontentes encontraram conforto nas letras de Lee – e faixas como “Better Without You”, que começa com o toque de uma caixinha de música, e “Far From Heaven” são igualmente esgotantes e emocionantes. “Wasted On You” evoca o som que a banda explorou em 2006 em seu segundo álbum, The Open Door.

Ninguém previu que a banda gravaria a pesada futurista à moda Muse “Yeah Right”, tampouco a política “Use My Voice”, inspirada pelo caso de assédio sexual de Brock Turner em 2016, mas ganhou um novo significado no contexto da invasão do Capitólio.

A última faixa, “Blind Belief”, começa com piano e termina com uma duradoura declaração de esperança, com Amy gritando, “We hold the key to redemption” (Nós temos a chave da redenção).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.